A CADEIRA Tamanduá busca transformar a noção de cadeiras e sua interferência nos ambientes:
ao ser dobrável girando sobre seu eixo vazado, forma-se uma nova figura equilibrada que permanece em pé, auto-portante, um elemento escultórico surge ao mesmo tempo que desaparece a cadeira,conferindo um significado novo ao espaço.

A cadeira é composta por dois módulos básicos (assento e encosto) com um desenho que otimiza o aproveitamento das chapas de madeira. Tubos de alumínio interligam os módulos e estruturam o conjunto dispensando o uso de parafusos.

A idéia de modularidade permite diferentes configurações que se iniciam com uma cadeira minimal e podem chegar a bancos de grandes dimensões, com as mesmas peças fabricadas.
 
voltar   |   home
                   


Com o máximo aproveitamento do material, a facilidade na desmontagem e separação dos elementos do conjunto, o custo reduzido de fabricação e o mínimo volume no transporte; o resultado do projeto na sua complexidade concorre na direção da redução do consumo energético: idéias básicas na construção do conceito de sustentabilidade.