Voar é um objeto inovador que transforma o conceito convencional de ventilador de teto, Se trata de uma invenção de pá para ventilador com patente de modelo de utilidade. Ë uma revolução do conceito de pá concebida a partir de folhas dobradas e retorcidas encaixadas que promovem alta performance com a distribuição homogênea da ventilação em todo o ambiente.

O sistema inova  seja por sua forma inusitada, seja pela possibilidade de modificar  sua relação com o usuário, que poderá alterar a configuração a partir da disponibilidade de diferentes modelos de pás intercambiáveis e assim renovar o seu aspecto.A idéia nasce a partir de uma visão crítica desta categoria de objeto, onde os produtos existentes são projetados a partir de noções de aerodinâmica cujo pressuposto segue a lógica das hélices de avião, isto é: maior velocidade de giro obtidas por pás ou hélices que oferecem pouca resistência ao ar. Portanto, os ventiladores de alta rotação são considerados de boa performance porque geram vento em velocidade. Em contrapartida,  o  rumor do ar deslocado em alta velocidade é  desagradável, e a ventilação resultante  é concentrado apenas  na área sob o objeto.

 
voltar   |   home
                    
 

Diferentemente o ventilador Voar, com suas asas de formas retorcidas e com aberturas desenhadas a partir do movimento do ar, tem um projeto análogo não a um avião mas a uma  ventalha, um cata-vento , ou um abanador, espalhando com eficácia a  distribuição do vento gerado em todo o ambiente. As pás retorcidas apresentam uma maior resistência do ar em determinadas áreas e vazios em outras, que assim combinam o efeito de redução da velocidade do ventilador com a produção de vento amplo e silencioso..